Bolsonaro libera 13° do Bolsa Família e cala os críticos

Esse ano já coleciona o maior número de decepções consecutivas para os que sempre torceram contra o Brasil (ou pretendiam usar o governo como meio para conseguir vantagens pessoais).

Bolsonaro tem cumprido todas as suas promessas de campanha (com exceção, claro das que é atrapalhado pelo Congresso ou pelo STF), ao mesmo tempo em que sua equipe econômica faz um ótimo serviço de equilibrar as contas públicas e promover o crescimento.

Não só isso, mas o estilo do atual governo vai na contramão dos anteriores que faziam questão de inchar o estado e concentrar poder demais nas mãos de agentes públicos. Bolsonaro, ao procurar devolver ao povo seu poder de escolha retirado por outros governantes, mostra que não sabe bem como é ser um ditador.

E para fechar bem o ano, fez a liberação do 13° do bolsa família, programa que seus críticos juravam de pés juntos que ele iria extinguir. Tudo que seu governo fez foi combater as fraudes que desvirtuavam completamente a intenção do programa. Vale lembrar que o sucesso de um programa social é medido pelo número de pessoas que saem dele, não das que entram.

O governo vai muito bem e se a grande mídia fosse minimamente justa, os índices de aprovação estariam nas alturas. Mas sabem como é com esse pessoal, admitir o sucesso de Bolsonaro é admitir o fracasso da própria torcida.

Frederico Rodrigues

Escritor, Tradutor e Comentarista Político. Membro da Direita Goiás e Conservadores Pela Liberdade.
Colunista do Jornal da Cidade Online e Graduado em Direito.
Nascido nos anos 80, criado nos anos 90. 

Apoie a independência do nosso trabalho. Colabore com qualquer valor acessando: apoia.se/fred_rodrigues

Mais de Frederico Rodrigues

Comentários