Ciro Gomes, que bateu e mandou prender um jornalista, presta apoio a Glenn Greenwald

O Brasil não é para amadores. Ciro Gomes, um notório porta voz da paz e do diálogo amistoso entre indivíduos, resolveu se manifestar sobre a briga entre Glenn Greenwald e Augusto Nunes que ocorreu no programa Pânico.

Peço perdão, mas pelo histórico de Ciro jamais imaginei que ele iria condenar a agressão. Achei que talvez fosse criticar quem separou a briga. Mas o destino nos surpreende. Ciro surge como um novo homem.

Fez um vídeo criticando Augusto Nunes pela reação e claro, não economizou na palavra fascista (Ciro usa fascismo no lugar da vírgula), tudo para demonstrar sua recém descoberta indignação contra a agressão a jornalistas.

Obrigado Ciro, espero que realmente tenha mudado e que os dias de agredir e mandar prender jornalistas que discordam de você, tenham ficado para trás.

Frederico Rodrigues

Escritor, Tradutor e Comentarista Político. Membro da Direita Goiás e Conservadores Pela Liberdade.
Colunista do Jornal da Cidade Online e Graduado em Direito.
Nascido nos anos 80, criado nos anos 90. 

Apoie a independência do nosso trabalho. Colabore com qualquer valor acessando: apoia.se/fred_rodrigues

Comentários

Mais em Comportamento